José dos Santos Marques

Ze WP

Chefe Zé Lamparina

.

Uma vida dedicada ao Escotismo

Primeira Carteirinha de Registro – 1929

Em 07 de junho de 1915, nasceu em Campinas José dos Santos Marques, carinhosamente conhecido por Zé Lamparina.

De família pobre e com dificuldades financeiras, só pode iniciar sua trajetória no Escotismo em 1929 na Associação dos Escoteiros Católicos Nossa Senhora da Conceição, aonde o líder dos Escoteiros era o Chefe José Benedito de Campos Leite e o diretor da Associação era o bondoso Monsenhor João Loschi.

.

.

Escotismo para todos

Em meados da década de 1930 juntamente com o saudoso Chefe Júlio Silva, para que os jovens que não fossem católicos pudessem participar do Movimento Escoteiro em Campinas, fundou o Grupo Escoteiro Ubirajara com sede na Vila Industrial e lá passavam aos seus escoteiros os ensinamentos de cidadania, patriotismo e ajuda ao próximo, tão importantes na formação da juventude.

.

Fundação GE Mogiana

Chefe Zé no tempo do Mogiana

Chefe Zé no tempo do Mogiana

Em 1942 o Chefe José, já funcionário da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, foi convidado pela diretoria do Esporte Clube Mogiana a fundar o Grupo Escoteiro Mogiana que iria funcionar nas dependências do clube, no bairro Botafogo (Campo da Mogiana). Ele aceitou o convite e lá permaneceu por 30 anos, até que o ano de 1972, quando o clube foi desativado e consequentemente o Grupo Escoteiro também o foi.

Neste Grupo o Chefe Zé teve a oportunidade, durante várias gerações de escoteiros, de transformar meninos em homens de bem, formados e úteis à sociedade como: empresários, profissionais liberais, professores, militares, políticos e trabalhadores, todos honestos, patriotas e destemidos.

.

Chegada ao GE Craós

Chefe Zé no Ajuri de 1985

Chefe Zé no Ajuri de 1985

Com a desativação do Grupo Escoteiro Mogiana no ano de 1972 aceitou o convite da diretoria do Círculo Militar de Campinas para substituir o Chefe do Grupo Escoteiro Craós que havia falecido, Chefe Roberto Gambassi, e aqui permaneceu até os dias de hoje dando continuidade a sua carreira no Movimento Escoteiro visando sempre a formação dos nossos jovens, colocando-os no caminho do bem, do amor à Pátria, da ajuda ao próximo e nos caminhos de Deus, conforme a Promessa e Lei Escoteira.

No Grupo Escoteiro Craós desempenhou por muitos anos a função de Chefe de Grupo, função hoje extinta, e de Diretor Técnico e com seus 97 anos de vida se mantém física e mentalmente capaz, participando de todas as atividades do Grupo.

.

Escoteiros na revolução de 1932

Durante todo este tempo dedicado ao Escotismo, teve a oportunidade de participar de muitas ações filantrópicas, religiosas, cívicas e até guerreiras, participando inclusive da Revolução Constitucionalista de 1932.

Como escoteiro na Revolução, o Chefe José desempenhou diversas funções, tais como: estafeta, apoio logístico nos dispensários dos hospitais, na entrega de correspondências e até na perigosa função de guia das tropas que se deslocavam pela região de Campinas. Foi escolhido para essa tarefa pois conhecia bem esta região, fruto das suas atividades escoteiras.

Por suas ações foi reconhecido e condecorado pelo Governo do Estado de São Paulo.

Chefe Zé e nossos escoteiros

.

Mais de 85 anos de escotismo

Durante seu tempo no movimento, participou de diversos cursos de formação de adultos para todas as seções, participou sempre de grandes eventos escoteiros tanto nacionais como internacionais (Jamboree, ARP, AJURI etc).

É considerado o mais antigo Escoteiro em atividade no Brasil, pois desde 1929 está no Movimento Escoteiro sem nunca ter se ausentado, portanto a 83 anos ininterrúptos.

Durante sua vida escoteira, recebeu várias condecorações, tais como:

  • Medalha de Bons Serviços Grau Prata e Ouro – 1964 e 2003
  • Medalha de Valor Grau Prata – 1982
  • Medalha de Gratidão Grau Ouro – 2009
  • Medalha de Velho Lobo – que é agraciada aos Escotistas com mais de 50 anos de atividades
  • Medalha Escotista Mário Covas Júnior de Ação Voluntária – 2008
  • Medalha Cruz de São Jorge – 2010
  • Seu nome no Pátio de Formatura do GE Craós – 2011
  • Medalha de Gratidão da Associação de MMDC – 2012
  • Medalha Tiradentes – 2013

O Chefe Zé é um exemplo de dedicação e desprendimento.

.

Créditos: Adriano Coli Pelliccioni, escotista que vem acompanhando a 57 anos esta trajetória de vida

Atualizado em Abr/2014

Anúncios
Comments
2 Responses to “José dos Santos Marques”
  1. walfrids a.poloni disse:

    Fui escoteiro do chefe Zé Lamparina, por vários anos desde a tentativa de fundar um grupo no Parque Infantil, alí defronte ao quartel do oitavo BPM, depois continuei no Grupo de Escoteiros do Mogiana.
    Foram momentos memoráveis. Me afastei do grupo vagarosamente;
    namoro, casamento, depois me mudei p/ Pedreira, tentei fundar um grupo por aquí, sempre contando com apoio do chefe Zé, não deu certo, até que a 12 anos atraz, surgio o Grupo Aguas Correntes, que segue funcionando,deste grupo derivou em Amparo o grupo Portal das Aguas.Como chefe autodidata,tenho o Lenço dos dois grupos.Na minha cuca ainda sou escoteiro do chefe Zé apezar dos meus 77 anos.Parabéns ao ESCOTEIRO José dos Santos Marques, pela sua vida dedicada a formação de homens de caráter. Parabens ao escoteirinho que trabalhou com denodo na Revolução Cosntitucionalista!
    Walfrids A.Poloni

Trackbacks
Check out what others are saying...


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Parceiros

  • Localização

    Av. Getúlio Vargas, 200
    Jardim Chapadão
    Campinas - SP
    CEP: 13.070-087
    (Sede nas dependências do Círculo Militar de Campinas)

    Tel: (19) 97404-9151
    e-mail: contato@craos.com.br